quinta-feira, maio 24, 2007

Sobre o que estou a ler

Há alguns anos atrás, quando iniciei o meu blog, escrevi um dia, com intenção poética, algo sobre a alcáçova do castelo da minha terra, referindo-me a ela como se armazenasse o calor do dia e o mantivesse até à madrugada seguinte, numa metáfora à memória dos que me antecederam.
Alguém comentou: - "Mares do Sul".
Intrigado, perguntei ao autor do comentário sobre o conteúdo da sua escrita, que não tinha entendido.
Disse-me que o que eu escrevera lhe fazia lembrar "Os Mares do Sul", um livro de Manuel Vásquez Montalbán.

Procurei o livro, comprei-o, li-o e fiquei preso a este autor, criador da personagem do detective Pepe Carvallo, galego residente em Barcelona.

Li depois outros livros seus, da biblioteca pessoal de um amigo meu, que o conhecia bem. Os seus livros, usam o enredo e a intriga policial para nos falar de viagens pelas mais diversas partes do mundo, debruçando-se sobre a geografia, a observação dos costumes e tradições, a política, a gastronomia, a crítica da sociedade onde vivemos e das mudanças que o tempo, a massificação e a globalização vêm introduzindo.
Montalbán escreve com um conhecimento profundo dos Homens e dos locais deste mundo em que vivemos, que ele deve ter de facto percorrido de lés-a-lés, pois sei que faleceu em 2003, vítima de um ataque cardíaco no aeroporto de Banguecoque.

Estou a ler, deliciado, a sua última obra - Milénio - uma volta ao mundo, em dois volumes editados pela ASA, que assim inicia a publicação integral da Série Pepe Carvalho.

Aconselho vivamente!

2 comentários:

hfm disse...

Gosto muito dele. Aconselho o Erec e Enide se ainda o não leu.

António Baeta disse...

Mais uma coisa que partilhamos, Helena.
Um beijo, amiga.