quarta-feira, dezembro 17, 2008

A uma semana do Natal

Ermida em Alte - Loulé, Novembro 2008, © António Baeta OliveiraFoto de António Baeta

Não sou religioso, portanto nem sequer sou católico, mas o cristianismo está culturalmente entranhado na minha formação e na minha maneira de ser e proceder.
E digo isto porquê?
Porque esta foto me transmite uma enternecedora sensação de paz e tranquilidade, que certamente tem a ver com a projecção das sombras, com o branco da cal nas paredes, com o azul do céu, com a componente tão mediterrânica da arquitectura do templo, a mexer com as minhas raízes, mas também com a simbologia religiosa: o cruzeiro a lembrar o sacrifício em função dos outros, o sino a chamar à reunião toda a comunidade.
Junto ainda a corda, que do sino corre ao longo da parede, nesta singeleza tecnológica que parece refutar este tempo de consumismos vários, que fazem esquecer o Natal da fraternidade.

4 comentários:

hfm disse...

É contra e esse Natal de consumismo e modismos que devemos lutar.

Pelo Natal dos afectos e dos olhares que se reflectem nas lareiras, mesmo nas invisíveis.

Um abraço

Asulado disse...

Feliz Solstício de Inverno!

gabriela rocha martins disse...

paaso para te deixar



.
um beijo

que retomarei em 2009 .esperas.me?

Câmara disse...

http://ponto-travessao-perdao.blogspot.com/

Grato pela atenção do leitor. Grato também pela atenção do que não foi leitor, mas perdeu os seus segundos com duas frases minhas.