quarta-feira, julho 08, 2009

Sexto aniversário


Este blog acaba de cumprir seis anos.

Aos que continuam a honrar-me com a sua visita, ofereço um poema de um autor silvense, Ibn Al-Milh, (que ainda não constava na minha pequena antologia ao fundo da página) falecido em 1107, e que nunca trocou esta cidade pela corte de Al-Mu'tamid, em Sevilha.

Qalbiy 'arabiyy - O meu coração é árabe


  • O JARDIM brinca com a brisa
    Que, dir-se-ia, ser sua emissária
    No chamamento à festa da alvorada.

    Está ébrio, preso de seus ternos ramos,
    E quando os doces pássaros o cantam
    Ele vai repetindo essa canção.

    Não faltam flores, estratégicos espias
    Com seus olhos vigiando namorados.
    E se destacam na folhagem verde
    Como luz brilhando sobre as trevas.

Adalberto Alves
O meu coração é árabe
Assírio & Alvim, Lisboa 1987

P.S.
A imagem que antecede o poema é um efeito caligráfico de qalbiy 'arabiyy - O meu coração é árabe - conforme figura na capa do livro citado acima. A frase provém, segundo Adalberto Alves, de uma canção árabe ainda cantada pelo povo no tempo de Gil Vicente e que este utilizou, nomeadamente, numa fala da Ama, na Comédia de Rubena.

5 comentários:

oasis dossonhos disse...

Os meus parabéns. Que venham muitos mais 6...seis x seis + seis + seis.

Grandabraço, Amigo.

Luís

Asulado disse...

Parabéns pela passagem deste aniversário, que não é mais um, é o sexto e é único.

manuel a. domingos disse...

seis bons anos

Marco disse...

Que venham mais seis anos (multiplicados várias vezes!) de boa poesia, opiniões e relatos de experiências tão bons quanto foram estes primeiros seis.

Abraço

Torquato da Luz disse...

Com atraso (devido às férias "estrangeiras"...), um forte abraço de parabéns pelo aniversário.
Venham muitos mais!