segunda-feira, novembro 16, 2009

Poema em foto


Uso aqui publicar fotos que ilustram poemas ou até, mais frequentemente, fotos que comento com alguma escrita de pendor poético, mas o que vos trago hoje não é uma poema-foto, nem um foto-poema, mas um poema em foto.

Trata-se de uma fotografia, batida em Alte, sobre um painel de azulejos, numa homenagem ao poeta Cândido Guerreiro, natural desta singela localidade do concelho de Loulé.


Homenagem a Cândido Guerreiro, Alte. Foto de Novembro de 2008

4 comentários:

HC disse...

Pena que o pólo museológico Cândido guerreiro, nunca mais abra as suas portas. Assim poderiasmos conhecer mais deste poeta nascido na tipìca aldeia de alte

hfm disse...

Belo! Conheci bem Cândido Guerreiro porque tive como professora a sua filha que nos foi dando a conhecer os seus poemas e só no fim do ano nos disse que era seu pai.

Bela homenagem!

Torquato da Luz disse...

Desde jovem que sei de cor esse soneto de Cândido Guerreiro.
Ao lê-lo aqui, lembrei-me de um tempo feliz, há muitos anos, em que fui a Alte num 1º de Maio, e senti saudades - de mim, claro, mas sobretudo dos que me acompanharam nessa jornada e já cá não estão.
Aquele abraço, caro Toy.

Sylvia Beirute disse...

boa descoberta;)