quarta-feira, agosto 23, 2006

A "verdade" tem várias faces

Rui Curado Silva, na sua Klepsýdra, divulgou um ensaio de Bernard-Henri Lévy, publicado no New York Times (ensaio), a que se segue a resposta do famoso filósofo às questões que lhe foram colocadas por uma série de jornalistas - aqui.
Rui Curado Silva chama ainda a atenção para o completo alheamento da nossa imprensa, na sequência desta publicação, face a um texto importante para a compreensão dos diversos interesses que se degladiam no Médio Oriente.

Os factos merecem várias interpretações e o conhecimento é feito a partir delas; não nos podemos alhear.

4 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Embora pese as várias interpretações dos factos, a realidade, essa, é apemas uma...

Beijos

António Baeta disse...

Nadir
A "realidade" ninguém sabe bem o que é, porque os factos chegam até nós através dos sentidos e as informações dos sentidos são tratadas pelo cérebro. Como cada um tem o seu próprio cérebro (concluo com um aforismo popular) - "cada cabeça, sua sentença".
Um beijinho.

hfm disse...

Não nos podemos nem devemos alhear... infelizmente... não vou carpir, há dias que tenho vontade de desistir, felizmente, é fico-me por isso.

António Baeta disse...

É um desespero, Helena!