quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Para aqui estamos

  • De ombro na ombreira

    De ombro na ombreira vejo
    no outro lado outro
    ombro na ombreira

    Entre ombros nas ombreiras
    nenhum assombro:
    ombros ombro a ombro
    param ombro na ombreira

    Quando tudo escombro
    ainda todos seremos
    ombro na ombreira.

Alexandre O'Neill
De Ombro na Ombreira
Publicações Dom Quixote, Lisboa 1969

3 comentários:

maria disse...

e ombro a ombro, ajeito o meu próprio ombro ... na ombreira, na esteira, na prateleira. De outra ... maneira... até mais foleira.
Grande O'Neill. Só o descobri já crescida ... numa qualquer ombreira que não sei se foi a primeira, a terceira ... ou até numa eira. Mas foi de certeza numa "primaveira". :-))

António Baeta disse...

Certamente que na "primaveira" de todas as esperanças, quando nos incomodava, sobremaneira, ver alguém de ombro na ombreira.

BB (O.ö) disse...

Lindo...