quinta-feira, janeiro 02, 2014

Dois mil e catorze.




Silves


Saúdo-vos no início de mais uma ano, o de 2014.



Ano Novo

          Ficção de que começa alguma coisa!
          Nada começa: tudo continua.
          Na fluida e incerta essência misteriosa
          Da vida, flui em sombra a água nua.
          Curvas do rio escondem só o movimento.
          O mesmo rio flui onde se vê.
          Começar só começa em pensamento.


Fernando Pessoa



2 comentários:

HFR disse...

Que bela cidade, de poetas e de luz; e a foto faz-lhes tanta justiça.
Abraço do Helder.

Antonio Baeta disse...

Um abraço, Helder.