sábado, janeiro 07, 2006

Bob Dylan

Capa do album Freewheelin' Bob Dylan

O Zé, meu irmão, comemora hoje o seu aniversário.
Ele revelou a música de Bob Dylan, no início dos anos 60, junto de todos com quem se relacionava e através dela despertou muitas consciências para a realidade que se vivia nessa época. Presto-lhe aqui a minha homenagem.
A dificuldade em compreender o que dizia Bob, na sua pronúncia tão marcada, e o difícil acesso, nesse tempo, aos seus poemas, só dava para entender uma frase aqui outra acolá. O meu irmão costumava dizer que não sabia muito ao certo o que dizia Bob, mas sabia, isso sim, que aquilo tinha a ver consigo. Mais tarde, quando acedeu aos poemas, pôde comprovar que tinha razão.
Recordo com saudade o velho álbum Freewheelin' Bob Dylan, que ficou à minha guarda durante o seu exílio. Devolvi-lho, com o maior prazer, quando regressou depois do 25 de Abril.
Foi desse álbum que retirei o tema que aqui vos trago hoje. Escolhi Oxford Town por ser uma pequena composição, de cerca de 1m 50s, e faço notar que mesmo nesses tempos em que se desconhecia com exactidão o que dizia Bob, era-nos possível identificar o retrato de uma sociedade violenta e dividida pelo segregacionismo racista.

Deixo-vos o poema e a música:

  • Oxford Town

    Oxford town, Oxford town
    Everybody's got their heads bowed down
    Sun don't shine above the ground
    Ain't a-goin' down to Oxford town

    He went down to Oxford town
    Guns and clubs followed him down
    Just because his face was brown
    Better get away from Oxford town

    Oxford town around the bend
    He went to the door, he couldn't get in
    All because of the colour of his skin
    What do you think about that my friend?

    Me, my gal and my gal's son
    We got met with a tear gas bomb
    Don't even know why we come
    We're goin' back where we come from

    Oxford town in the afternoon
    Everybody's singin' a sorrowful tune
    Two men died 'neath the Mississippi moon
    Somebody better investigate soon

Bob Dylan
Freewheelin' Bob Dylan
Oxford Town

Powered by Castpost

6 comentários:

RS disse...

Subversion will always be an art form... (Bom gosto, o do seu irmão, e parabéns para ele!)
;)
RS

Nancy Brown disse...

o bob é um dos meus heróis... e tb eu não percebia patavina do q ele cantava...

SOL13 disse...

Entao parabens ao Zé.....
Obrigado pelo comentário...deixa lá que também não mudei muito...eheheh
BJOKAS

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

deu para matar saudades do bob :)
bjx e boa semana

jbomc@clix.pt disse...

Cem anos que eu viva, não posso esquecer....
....daquele fim de semana em que trouxeste os discos do Bob e do Donavan, que o Sousa, da Covilhã te tinha emprestado.
Ficamos "'till the early hours of the morn'n" ouvindo e deliciando-nos no então nosso quarto, no meu "perpetum hebner".
O Manuel Ramos já terá lido o teu texto e já me enviou os parabéns, que também já lhe agradeci.
Até sempre e um abraço.

Edmundo Estrela disse...

Bonita prenda para o Zé.Recordo as grandes noitadas passadas nas "duas estradas" ouvindo o Bob e outros cantores dos anos 60.Um abraço.