sexta-feira, fevereiro 04, 2005

Pela época do Carnaval

Pela época do Carnaval, no que ela tem de libertinagem, de rompimento das normas, de explosão festiva dos sentidos:

  • Narrativa segundo um texto árabe

    Da poetisa Qamar y Achfa contava Al-Arqami uma pitoresca história,
    conservada por Maqqari (II, 97-98): Al-Arqami e seu amigo Abdul-l-Saib
    foram a casa do dono da escrava. Numa sala, apenas dois divãs
    cujo tecido, roto, deixava ver o forro; e, em plena obscuridade,
    dois bancos partidos. Chegou enfim a famosa cantora,
    que nunca tinham visto. Era arruivada, no rosto um pano de Harat,
    quase sem cor à força de lavado. As pernas, sujas, eram negras
    como a noite. Mas quando temperou o alaúde e iniciou o canto
    «acabou o fingimento. De onde quer que te ocultes,
    a luz sairá e saber-se-á o teu segredo...»

    Os dois visitantes revolveram-se nos divãs;
    caindo no chão. Como loucos! Al-Arqami, pondo uma colcha na cabeça,
    gritava à maneira dos pregões das judias da cidade; Abu-l-Saib levantou-se,
    pegou numa cesta cheia de garrafas de azeite, e pô-la na cabeça. O dono
    da casa gritava, até que as garrafas se abriram, e o azeite correu
    pelo rosto e pelo peito de Abu-l-Saib. Finalmente,
    a escrava foi adquirida pelo emir.


Nuno Júdice
A Partilha dos Mitos (1982)
Poesia Reunida (1967-2000)
Publicações D. Quixote, Lisboa 2000


16 comentários:

Laurindinha disse...

Que bom ter o blog de volta! Espero que continue!

António Baeta disse...

Ainda estou a trabalhar nele, mas a sugestão de carregar um novo template, foi sua.
Obrigado!

Torquato da Luz disse...

Um abraço, Toy, e força, ok?

Anónimo disse...

Gay

Laurindinha disse...

Que calamidade! A cache do Google não parece ter guardado muita coisa...
Talvez tentando escrever para o Blogger. Quem sabe não têm backups...

Torquato disse...

Toy, já te disse que não deves desistir, mas antes começar tudo de novo, se for esta a única solução.
Mais um abraço de solidariedade deste amigo de sempre.

Afonso Henriques disse...

Acabei de vir do Abrigo da Pastora onde sugeri o que te permitiu salvares o teu Blog. Sugiro que utilizes a Máquina do Tempo apresentada no meu Blog num post com duas semanas e cujo endereço é http://www.archives.org
Aí poderás inserir o endereço do teu Blog e, qui sait, matares saudades ou recuperar alguma coisa. :-)

eduardo disse...

É complicado, António.
Quando estiver no meu computador vou ver se ainda tenho registos dos teus textos antigos. Sim, porque eu já te linko faz tempo. De qualquer das formas, sugiro que vás à 'Oficina' - linkado do lado direito do meu - e tentes saber pela 'rapaziada de serviço' se os podes recuperar.
Também sugiro o Paulo Querido.
Depois, diz qualquer coisa.
Um abraço.

eduardo disse...

http://weblog.com.pté o link dele (PQ)

António Baeta disse...

Obrigado pelo vosso carinho e atenção, meus amigos.
Estou como se tivesse perdido uma parte de mim.
Aguardo ainda uma resposta do blogger.com, pois creio que as coisas se podem recompor.

Laurindinha disse...

Caro António, se o problema é o template, pode sempre usar um dos que existem à escolha no blogger, e depois modificá-lo.

Marina disse...

Esperamos que esse amaldiçoado acidente não o faça perder a vontade de continuar a presentear os seus leitores. Ficamos à espera que tudo se resolva e mesmo que não consiga recompor tudo, não deixe de escrever. Boa Sorte!

AC disse...

Tenho aqui vindo com a esperança que o problema se tenha resolvido...
Espero que haja solução. E que seja para breve.
Um abraço.

Manuel Ramos disse...

Faço minhas, aproveitando o balanço, as palavras anteriores. Só não te disse nada até agora por que..., enfim, só posso imaginar como te sentes! E nestas ocasiões, não sei porquê, quase sempre não sei que dizer e adiei este comentário. Mas espero que as coisas se resolvam. O Blogue e tu merecem!

HFR disse...

Oh António, diz lá qualquer coisa! O Zé Carlos calou-se, o La Plage deixou-nos as memórias. Bom, o Rui Bebiano voltou a abrir, agora só à Noite. Não te deixes anoitecer. Um abraço do Helder.

francisco ricardo disse...

Espero que o 'grave e inexplicável acidente' seja superado pelo 'homem das novas tecnologias' e que não nos prive do seu blogue, do seu/nosso futuro.
Cumprimentos.fcr.