quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Um poeta de Faro

Neste mês de Fevereiro ainda não constava nenhum dos nossos poetas luso-árabes.
É a vez de Ibn al-A'Lam ash-Shantamari, que nasceu no séc. XII, em Faro (Santa Maria). Filho de um famoso filólogo farense, mestre de Ibn 'Ammar, foi jurisconsulto em Sevilha e Córdova.


  • olha essas flores! são, assim,
    frescas pela dádiva da bruma
    como estrelas num céu de jardim
    devagar tombando uma a uma.

    furtivamente querendo escutar
    dir-se-ia que um génio de espuma
    procurou saber o seu segredo
    e se desfolharam para o castigar.
    foi quando a mão da brisa em seu enredo
    sobre o inquieto dorso do arroio
    desenhou bolhinhas de enfeitar.


Adalberto Alves
O meu coração é árabe
Assírio & Alvim, Lisboa 1998

4 comentários:

hfm disse...

Mais um, António, mais um...

Beleza.

António Baeta disse...

Helena, pelo que me disseste já não precisarás de me seguir no blog para ler estes poemas. :-)
Curioso, porque este é um dos meus preferidos. Muito belo, não é!?

Softy Susana disse...

saboroso... ;)

Clickbank Mall disse...

Come Visit Santa at his blog and tell him what you want for Christmas,