terça-feira, janeiro 11, 2005

O que é que Cacela tem?

Cacela, Verão de 2004 - © António Baeta Oliveira

Ibn Darraj, que podeis ler, procurando entre os poetas luso-árabes da coluna da direita, é identificado como sendo natural de Cacela.
De Cacela é também o poeta que vos trago hoje, Abu al-'Abdari, que já consta da mesma lista de poetas.
Em Cacela vive um transmontano, a que me refiro na lista de poetas ao fundo da página (cuja leitura aconselho vivamente), José Carlos Barros de seu nome e que, por um poema que ontem me dedicou, depertou-me a vontade de lhe retribuir na mesma moeda, se bem que recorra ao empréstimo destas palavras, de alguém que, há dez séculos atrás, também conheceu esta tonalidade de fim de tarde e os segredos do vai e vem destas marés da ria:

      • já era nela, antes de ser paixão,
        inquietude a cada momento
        já o amor lhe dominava o coração
        ainda antes de sentir o seu tormento.
Adalberto Alves
O meu coração é árabe
Assírio & Alvim, Lisboa 1998


1 comentário:

hfm disse...

O que eu aqui tenho aprendido deste Algarbe!