segunda-feira, dezembro 15, 2003

Uma porta aberta para a poesia


O Local e Blogal abre hoje uma porta para a poesia, listando, na coluna da direita, por ordem de publicação para cada poeta, os links que permitem aceder a toda a poesia que já por aqui passou. A porta manter-se-á aberta para nela incluir toda a poesia que ainda aqui se vier a publicar.
A intenção é a de facilitar a pesquisa do tema que, creio, mais gente procura neste blog.

A entrada de um dos torreões da Alcáçova de Silves, DEZ2003, © António Baeta Oliveira
Alguma coisa receamos e nos desafia a passar esta porta entreaberta.
É a impenetrabilidade que nos sugerem as paredes que a rodeiam e a justificam. É o confronto com o saber milenar que transpira destas pedras que já tanto viram e ouviram. É o convite que nos parece formular aquele pequeno e frágil poial, dessa mesma pedra sapiente. É a fresta a despertar a curiosidade. É o escuro, para além da fresta, a desencadear o medo. É o apelo do desconhecido.
Entre, se quiser saber!

1 comentário:

Torquato da Luz disse...

Parabéns pela iniciativa - que, aliás, é própria de uma alma de poeta. Ou não fosses tu quem escreveu a legenda para a foto de hoje.
Renovando os votos de Feliz Natal e Bom 2004, aqui vai mais um abraço do teu velho amigo.