quarta-feira, junho 16, 2004

Há Porters, Gershwins... e Caetanos

Tenho andado na companhia de Caetano Veloso e A Foreign Sound.
Há dias, há momentos, há "coisas"... há Porters e Gershwins que nos brindam com uma maior intensidade de viver.
São muito ricas estas interpretações de Caetano sobre temas bem conhecidos noutras vozes, noutras orquestras, noutras sonoridades, mas a que ele confere uma calma, requintada e personalíssima vivência.
Não me canso de ouvir So in love, Body and soul, The man I love, Smoke gets in your eyes, Summertime, Cry me a river, ou ainda Diana (a outra, a do Paul Anka), Come as you are, Detached ou Manhattan, a fechar, antes que aqui reproduza todo o conteúdo do CD.

Vocês já experimentaram? Vão por mim, se Porter, Gershwin ou Caetano vos dizem alguma coisa!


1 comentário:

amelia disse...

Perfeitamente de acordo!