segunda-feira, outubro 18, 2004

Simpatia interblogal

Helena Monteiro, de Alicerces e Linha de Cabotagem, que atenta e participativamente acompanhou a minha série de posts de viagem por terras beirãs, semelhante a uma outra que em tempos ela efectuara, ofereceu-me um dos seus poemas, que agradeço reconhecido:

        • Monsanto Alcandorado

          Veja-se o poiso das águias
          Destacando-se em baixo nas fragas
          Veja-se lá bem ao longe
          A barragem espelhando a água
          Veja-se acima as pedras
          No silêncio da antiguidade
          Veja-se as rosas e as hortenses
          Em arco-íris nas ruas sinuosas
          Veja-se o tempo intemporal
          Na quietude da aldeia poisado
          Veja-se a vida escorrendo
          Ao som do silêncio amedrontado
          E por entre pedras, xisto e granito
          Veja-se esta aldeia alcandorada.

      Monsanto, 18 de Junho de 2000
      Helena Monteiro


2 comentários:

Xana disse...

oi :-) AMEI o teu/seu blog!!! é"profundo".Gostava de te/lhe perguntar uma coisa:como conseguiu criar a coluna dos links,ou seja, aquele espaço onde se colocam os links de blogs e sites fixes!!kk dia visite o meu,que é mt recente e precisa de uma forçazinha. espiritodecontradicao.blogspot.com

António Baeta disse...

XanaEnviei-te um email com a explicação. Dúvidas, esclarecimentos ou outros contactos dispõe sempre, mas fá-lo por email. Deixa os comentários para comentar.
Um abraço.