quarta-feira, janeiro 14, 2004

'Abd Allah Ibn Wazir

De família originária de Beja viveu no século XIII, o último da permanência islâmica no território que é hoje Portugal. Foi governador de Alcácer do Sal.

Apresento-vos hoje este seu poema, em tom satírico, que me ocorreu quando ontem voltei a ler o post que acabara de publicar.
Repete-se a torpeza daquele tempo.


  • não desesperes, hás-de ser califa
    pois não saiu a Ibn Amr na rifa
    chegar a chefe alfandegário?
    oh, que tempo este torpe e vário
    que em altos postos colocar soe
    quem mais que limpa-esgotos nunca foi.

ALVES, Adalberto
O meu coração é árabe
Assírio & Alvim, Lisboa 1998

2 comentários:

jcb disse...

Não percebi bem: Ibn Wazir viveu no séc. XIII ou é contemporâneo?!...

Sara Xavier disse...

Boa pergunta a anterior!
Continuo encantada com estes poemas.

Um abraço