segunda-feira, junho 27, 2005

A máscara que mais me custou usar

No Hospital de Portimão pelo Carnaval de 2003

Eu e mais alguns amigos de infortúnio teremos que comparecer hoje em tribunal para prestar declarações a propósito do incidente que me forçou ao uso desta máscara, marcada a fogo, pelo Carnaval de 2003.
Já lá vão mais de dois anos.

5 comentários:

Santos Passos disse...

?!?
(explicações, sff)

Asulado disse...

Ai esta juventude!

gabriela rocha martins disse...

brincadeira bem infeliz e estúpida. ficaram marcas, muito mais profundas... a prova está na ida, hoje, a tribunal.
boa sorte, amigões!

António Baeta disse...

Santos Passos
Pelo Carnaval de 2003 alguém resolveu brincar com o isqueiro aceso na fantasia de um amigo. O amigo pegou fogo e, ao ajudarmo-nos mutuamente, nove de entre nós acabamos a noite, queimados, no Hospital. Estive por lá uma quinzena, sem falar dos três meses a trocar pensos.

luisa anselmo disse...

Só agora li o teu blog de ontem.

Esses acidentes provocam sofrimento e deixam traumas. Dele bem o esqueças, dele te libertes, amigo!
Luisa