sexta-feira, setembro 22, 2006

A História de Silves em Medalhas (X)

  • História de Silves - 9
    Igreja de Nª Sª dos Mártires

    Foi, segundo a tradição, mandada construir por D. Sancho I, quando da Conquista de Silves, para santificar o chão que sepultou os cristãos caídos naquela empresa. Contudo, tanto a sua arquitectura, de estilo manuelino, como recentes escavações arqueológicas ali realizadas, demonstram tratar-se de templo edificado nos inícios do séc. XVI e remodelado em 1779. Oferece capela-mor com abóbada nervurada, sóbrio arco triunfal, e guarda três lápides tumulares, assim como retábulo de talha dourada, do século XVI. Um dos fechos da abóbada exibe o camaroeiro, emblema da Rainha D. Leonor, a quem pertencia, por vontade de D. João II, a cidade de Silves. É, desde 1961, Imóvel de Interesse Público.


Notas, a propósito desta data:

1. - Hoje, 22, ao cair da noite, os judeus comemoram o
רֹאשׁ הַשָּׁנָה (Rosh Hashaná), a entrada no novo ano de 5767.
Esta data coincide, no calendário judeu, com a fundação da primeira Sinagoga de Lisboa, que comemora o seu 7º Centenário.

2. - Dia 24, também pela noite, o mundo muçulmano celebra a entrada no
رمضان (Ramadão), o 9º mês do seu calendário, um mês de jejum e meditação.

3. - Em relação com estes dois calendários, de duas diversas civilizações, está a ocorrência da Lua Nova, pelas 12h45 (hora local) do dia 22. O Equinócio do Outono, às 04h05 (hora local) do dia 23 de Setembro, não se relaciona com aquelas duas manifestações religioso-culturais.


Aos meus amigos judeus e muçulmanos envio as minhas sinceras saudações.

5 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Passei e deixei o meu beijo num sopro de bom fim de semana

RS disse...

Como sempre, o L&B é o perfeito exemplo de como os conflitos existentes entre culturas diversas são fruto de interesses que nada têm a ver com as pessoas comuns, tantas vezes desviadas da sua natural tendência para a cordialidade, a boa disposição e a alegria de viver.

Fossem mais como tu (o "mais" estará a mais?) os "grandes" deste mundo e seria um verdadeiro e completo prazer habitar este planeta.

O meu muito obrigado, António.
Salam. Shalom.
RS

MaD disse...

Saudações também deste "cristão" apenas de nascimento. Paz e concórdia para todo o mundo.

António Baeta disse...

Obrigado, meus amigos.

Anónimo disse...

Caro Tóy !
Continuo a seguir a saga das moedas e a aprender ...Acerca das notas finais : o que é que tu não sabes ,meu amigo ...!...
Um abração do
João Carreira